quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Felicidade, entre buracos e quedas!


" A felicidade não é uma estação de chegada, mas um modo de viajar. "
(M. Ruberck)

Ouço-me a mim mesma dizer que aquilo que mais quero na vida é ser feliz e que vou sê-lo.
Tudo bem, é uma verdade, é isso que penso. Uns chamam excesso de confiança, outros que sou optimista demais.
Não sei quem tem a razão.
A verdade é que não podemos ver a felicidade como uma meta. Como algo a conseguir, para depois encostar "à sombra da bananeira".
Li, em tempos, um texto engraçado que falava do alcance da felicidade e do desgosto que trazia quando esta não era alcançada por mais esforço que fosse feito.
Chega-se à conclusão que a felicidade é construída. A felicidade só existe quando é feito um caminho para atingi-la.
A felicidade é isso mesmo... É a estrada, sãos os trilhos, os buracos e as quedas...
A felicidade está aí... onde menos esperamos...
Eu já sou feliz!

7 comentários:

♥Coragem disse...

então somos duas, e que sejamos felizes, não hoje, nem amahnã, mas para todo o sempre.
E que o caminho que nos trouxe até cá, não seja apenas um atalho, que se possa manter e ser percorrido por todos. Sim a felicidade é construida as vzs com algum sacrificio, mas mante-la é maravilhoso.
Beijo

Maria disse...

Ainda bem que é feliz...
Eu tenho apenas alguns momentos de felicidade, que aproveito e dos quais tiro todo o prazer, mas ser-se feliz implica tanta coisa, mas tanta....
... por exemplo, como é que eu posso dizer que sou feliz se há milhões de crianças a morrer à fome no Mundo? E que este facto me entristece sobremaneira?
Prefiro dizer, porque é a verdade, que tenho momentos de grande felicidade...

Beijinho

mixtu disse...

la felicidad está en ver los pormenores de la vida, el lado bueno de la vida, no olvidar los amigos, los viejos amigos y nunca decirles adiós pero hasta ya abrazo europeo

O Profeta disse...

Arranquei as cordas à viola
Calei este altivo tambor
Emudeci meu prazenteiro canto
Sou tecelão de sentires no vale do desamor


Bom fim de semana

Anônimo disse...

maria, como eu a compreendo, mas só uma pergunta, que faz ou fez até hoje, para que houvessem menos crianças infelizes ou com fome neste mundo?

SílviA disse...

A felicidade para mim é uma palavra muito ambigua. Temo muitas vezes, cada vez mais, que se pensar muito nisso sentirme-ei condicionada. Por isso, ultimamente vivo um dia de cada vez.

sentir-te feliz é tao bom :)

Beijinhos

ternura disse...

A procura da felicidade é o veículo que transporta a vida da maioria das pessoas.
ser feliz é a meta que todos nós queremos atingir.
E que assim seja.
Sejamos felizes procurando a felicidade no nosso dia a dia, em cada lugar, em cada homem e em cada sorriso.
Beijinho