quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Balada em ti...

"Ouves-me a cantar para ti? Aquela Balada que sempre canto quando não estás bem? Estou a cantá-la neste momento..."

Aí, eu até costumo simplificar as coisas, mas à medida que o tempo passa começo a aceitar que isso não está nas minhas mãos...

17 comentários:

Vieira Calado disse...

A mais bonita balada é a que uma mulher canta para nós!
beijinhos

Maria disse...

:)

Beijinho, Maçã com Canela...

Anônimo disse...

Cheira a maça
e a canela,

mas tb me cheira


a mar e serra...

Bia disse...

é ele há alturas que eu até costumo dizer... já estou a ficar cansada de me ouvir...
beijo meu

Anônimo disse...

Que disparate moderou os comentarios so porque cheira a mar e serra

tb


cheira

bulgarmente a alfazema sonhadora

Maçã com Canela disse...

Anónimo.. nada disso :)
Como vê o seu comentário foi publicado!

Cheira a tudo o que referiu com toda a certeza...
Então a alfazema sonhadora, sem dúvida alguma que cheira!
Muito sonho!

Vieira Calado disse...

Obrigado pela apreciação que fez,
no meu blog,
sobre a 3ª edição do meu livro "Merdock, um cão nos anos 50".

Cátia disse...

Aromas...

Canta, canta sempre. Poderás-pensar que o efeito é nenhum, mas um dia se parares perceberao que o canto era essencial.. Não deixes que lhe falte, pois assim é o amor..

Beijinho terno

Ps - desculpa não passar aqui mais vezes mas os dias andam agitados

SílviA disse...

E só se cantam baladas dessas quando temos a certeza que aquele que a recebe o merece por inteiro.

Eu também canto uma para ti...cheia de amizade.

Beijo grande

amigona avó e a neta princesa disse...

Gosto de baladas...beijinho...

Pepe Luigi disse...

Bela balada embalada num embalo de aroma a canela.

Beijinhos

Maria disse...

Vim ler-te, outra vez....
Saio com cheiro a mar e a serra, e talvez alfazema, mas definitivamente a.... maçã e canela...
... e mais nada...

Beijinho

Maçã de Junho disse...

Maçã...
é bom ser maçã, acompanhada por um mês ou especearia é sempre bom!

Beijo
Maçã de Junho

MIMO-TE disse...

A cantar também se afasta a dor!
Olha eu costumo cantar, gritar, correr, dançar, trabalhar, ajudar os outros, enfim! tanto para apagar aquela dor que não quer sair. Mas sim, cada um tem também que aprender a matar a sua dor.

Um beijo com mimos

♥Coragem disse...

O tempo faz-nos acreditar que tudo afinal é possivel, e para quê simplificar se as coisas dificeis é que teem o melhor sabor, o melhor tom, como de uma balada por exemplo.
Beijinho

Vera disse...

Há coisas que realmente não estão nas nossas mãos, mas continua a cantar a balada!

:)

Beijinhos

Fernanda e Poemas disse...

Olá Maçã com Canela,
Fiquei a conhecer o seu blogue, através da Maria.
Gostei muito semtimento, algo que me fascina.
Muitoa beijinhos,
Fernandinha